quarta-feira, setembro 10

Uma livraria ao lado da igreja


Entra um cliente na livraria. Quase não se lhe ouvem os passos, era como se ele caminhasse sobre as águas. Vestia uma espécie de túnica branca, suja, tinha barba e cabelo comprido. O livreiro, de imediato, julga-o um mendigo ou um louco:
- Faça favor.
-Tem o livro da qual eu sou a personagem principal?
O livreiro, não fazendo a mínima ideia de quem tinha à sua frente, responde:
- Não me leve a mal, mas não estou a conseguir identificá-lo, embora o seu rosto não me seja estranho. Pode indicar-me a que obra se refere?
O cliente, erguendo o sobrolho, numa expressão típica de quem se mostra surpreendido, diz:
- Refiro-me, evidentemente, à Bíblia.
O livreiro sorri. Habituado a clientes bizarros, não se atrapalha e afirma.
- Quer dizer então, que o senhor é o próprio Messias!
- Sim, meu filho.
- E quem foi que lhe disse isso?
- Ele. Deus em pessoa.
- O quê!?... Eu disse-lhe isso.

Tipo esperto

Cliente: É você um Livreiro, certo?
Livreiro: Sim...
Cliente: E entende de livros, Certo?
Liveiro: Sim… posso dizer que sim.
Cliente: Então diga-me uma coisa, quais os livros que poderei comprar para que as minhas visitas olhem para a minha estante e pensem: «Uau! Este tipo é inteligente».

sexta-feira, julho 11

O que nota em primeiro lugar quando entra numa livraria?

Ricardo Araújo Pereira:
«A escolha dos livros que estão expostos. Vejo se são os mesmos que todas as livrarias destacam ou se se se trata de uma escolha diferente. Por exemplo, na Livraria Pó dos Livros, em Lisboa, as escolhas são sempre muito interessantes. mas a Bertrand do Chiado também percebe do assunto...»

in Jornal Público

sábado, junho 7

A Pó dos livros também vai estar na Noite da Literatura Europeia



Evento britânico - autora convidada é Deborah Levy no British Council
O evento britânico tem lugar no British Council e a autora convidada é Deborah Levy, autora de peças de teatro, aclamadas pelos seus "rigor intelectual, fantasia poética e imaginação visual" e de cinco romances: Nadar para Casa, finalista do ManBooker Prize (& Other Stories/Faber), Beautiful Mutants, Swallowing Geography (reeditado pela Penguin em 2014),The Unloved (Penguin), Billy and Girl (Bloomsbury). A sua coleção de contos Black Vodka (& Other Stories), publicada em 2012, foi nomeada para a The Frank O'Connor Award e para a BBC International Short Story Award.
Para a BBC Radio 4, Deborah escreveu duas aclamadas dramatizações dos mais famosos estudos de caso de Freud, "Dora" e "The Wolfman". Deborah lecionou no The Freud Museum, no Goethe-Institut, na Serpentine Gallery, na Tate Modern, na Henry Moore Foundation, na Royal Academy School. Atualmente é Visiting Professor de escrita na Universidade de Falmouth.
Deborah Levy irá realizar algumas das leituras em inglês, estando as restantes leituras a cargo da jornalista e também autora Susana Moreira Marques.
A Dom Quixote, que em Portugal editou Nadar para Casa, de Deborah Levy, e a Tinta da China, editora da obra Agora e na Hora da Nossa Morte, da autoria de Susana Moreira Marques, estarão também presentes no evento com a venda das obras das duas autoras.

Hoje, no Príncipe Real, é Noite da Literatua Europeia


http://www.literaturenights.eu/2014/city/46-lisbon/page/noite-da-literatura-europeia/?lang=pt

quinta-feira, maio 22

Incompetência


Cliente: Você já leu todos os livros que tem aqui na livraria?
Livreiro: Não, não posso dizer que sim.
Cliente: Bem... você não é lá muito bom no seu trabalho, pois não?

Livraria Preferida 2014

Pelo segundo ano vamos promover a escolha da livraria preferida, desta feita, não apenas dos lisboetas, mas dos portugueses. A votação pode ser feita no seguinte endereço (clique na imagem):


Os resultados da “Livraria Preferida” serão revelados durante a feira do livro de Lisboa.

quarta-feira, maio 14

Sábado, na Pó dos livros

(clique na imagem para aumentar)

No próximo Sábado, 17 de Maio, às 16h30, teremos na Pó dos livros o lançamento do livro O RAPAZ QUE NÃO SE TINHA QUIETO, de Rita Taborda Duarte, com ilustrações de Ana Ventura. Apresentação de Dora Batalim e leituras por António Carlos Cortez. Tragam as vossas crianças (9 -12 anos).

domingo, abril 27

Vasco Graça Moura (1942-2014)


Soneto do Amor e da Morte

quando eu morrer murmura esta canção 
que escrevo para ti. quando eu morrer 
fica junto de mim, não queiras ver 
as aves pardas do anoitecer 
a revoar na minha solidão. 

quando eu morrer segura a minha mão, 
põe os olhos nos meus se puder ser, 
se inda neles a luz esmorecer, 
e diz do nosso amor como se não 

tivesse de acabar, sempre a doer, 
sempre a doer de tanta perfeição 
que ao deixar de bater-me o coração 
fique por nós o teu inda a bater, 
quando eu morrer segura a minha mão. 

Vasco Graça Moura, in "Antologia dos Sessenta Anos"

sexta-feira, abril 25

25 de Abril

Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substãncia do tempo

Sophia de Mello Breyner Andersen, in O Nome das Coisas


fotografia de Eduardo Gageiro


quarta-feira, abril 23

Melhor que Falecer na Pó dos Livros


Hoje, não perca "Melhor que Falecer", na TVI.
Sem querermos tirar o mérito a Ricardo Araújo Pereira, nem a Miguel Guilherme, a verdade é que o cenário (Livraria Pó dos Livros) onde se vai desenrolar toda a acção vai fazer toda a diferença.

sexta-feira, abril 4

Jorge Fallorca (1949-2014)


Comecei a compreender que este lugar é o verdadeiro destino de que tenho andado à procura, e que a minha vida aqui, ainda que dolorosa, é o meu verdadeiro destino, do qual passei toda a vida a tentar fugir.

Jorge Fallorca, escritor e tradutor. Um amigo que me mostrava sempre o melhor que a vida tem. Vou sentir a tua falta.

Jaime Bulhosa