quarta-feira, fevereiro 6

AVISO: Se estiver a pensar em ler o livro “As Benevolentes”, NÃO LEIA ESTE POST.

A maior parte dos meus amigos está a ler “As Benevolentes” de Jonathan Littell, Dom Quixote, (apesar das suas mil páginas). Quando nos encontramos as conversas normalmente são sobre o livro. Eu, como "estava interessado" em lê-lo, tentava não ouvir as conversas para não estragar mais tarde a leitura, à semelhança com o que se faz quando se vê um filme, não vá de repente alguém fazer o favor de dizer quem é o assassino e como termina a história. Pois bem, não é que um deles decide fazer isso mesmo e diz: “Os assassinos dos Judeus são os Alemães e perderam a 2ª Grande Guerra”.
----
Jaime Bulhosa

4 comentários:

isabel disse...

Não resisti...li o post...e não tinha lido o livro...mas acho que conheço este enredo.

Paula Crespo disse...

Ah, ah! Faço minhas as palavras anteriores...

manuel a. domingos disse...

pois eu li o livro, gostei e penso que é mais do que “Os assassinos dos Judeus são os Alemães e perderam a 2ª Grande Guerra"

blb disse...

eu estou a acabar o livro e concordo com o manuel domingos. de facto, as benevolentes é muito mais do que a frase citada do post. contudo, não entendi o post como uma desvalorização do conteúdo ou da qualidade do livro, acho que é só uma piada. no caso deste livro, por mais que desvendemos não conseguimos transmitir a sua força. só lendo.