segunda-feira, fevereiro 18

Soprando o pó dos livros

Andava a soprar o pó dos livros de minha casa, quando me deparei com este livrinho que dá pelo nome de “Fábulas de Florian” com a provecta idade de 177 anos, editado pela Libreria don Tomás Jordan de Madrid em 1831. Já o conhecia, mas confesso que nunca o tinha aberto, nem sei quantos anos terá esperado para ser lido novamente ou se alguma vez foi lido. Chegou a mim através do meu pai, poderá ter vindo também dos meus avós, bisavós, tetravós… um rasto que se perdeu ao percorrer sete gerações. O livrinho é composto por 50 fábulas e outras tantas gravuras recortadas e coladas directamente sobre as folhas, algo impensável hoje em dia. O que me faz perguntar quantos exemplares terão sido feitos e quantos chegaram até hoje?
Provavelmente um dia o livro tradicional será substituído por um aparelho electrónico e este não durará de certeza tantos anos. Se essa substituição vier a verificar-se, perder-se-ão para sempre estas ligações com o passado.
Li-o nessa mesma noite, leitura por vezes difícil, porque está escrito em castelhano antigo. Valeu a pena a sabedoria das fábulas que nunca falham. Deixo-vos com uma das delas:


Nota: Como curiosidade uma das fábulas acaba com a frase “Antes só que mal acompanhado”. O provérbio terá vindo deste senhor? Jean Pierre Claris de Florian, nasceu a 6 de Março de 1755, em Château of Florian, Near Sauve, França e morreu a 13 de Setembro de 1794.

FÁBULA XL

Los dos Leones

De la sed hostigados dos leones
Á um mismo tiempo á um manantial llegaron;
Y aunque á la par beber los dos podian,
Entro la vanidad á reprobarlo,
Y quiso cada cual beber primero:
Miráronse con ojo sanguinário,
Encrespando del cuello las guedejas,
Y el lomo con las colas azotando:
Se embistieron, al fin con tal denuedo,
Que el bosque con rugidos aterraron.
Iguales en esfuerzo y valentia,
El combate duro muy grande espacio,
Hasta que ya rendidos, y cubiertos
De crueles heridas, se llegaron
Juntos al manantial; en el bebieron,
Y á muy pocos momentos espiraron.

Hombres, tomad leccion de estos leones;
Y no os despedaceis como insensatos,
Si despues de ofenderos mortalmente
Hábeis de beber juntos, y en un charco!
-----
Jaime Bulhosa

Nenhum comentário: