terça-feira, março 18

Última Jornada

Rafael Bordalo Pinheiro
---
---
Rafael Bordalo Pinheiro
---
Damos aqui por terminado o nosso Campeonato (ver post com este título). O resultado de 62% para a equipa do Eça, contra 38% para a equipa do Camilo, não nos surpreendeu, a mundanidade de Eça torna-o mais atraente para o nosso tempo.
Não esperávamos, no entanto, uma disputa Norte-Sul (introduzida, aliás, pelos nossos leitores do Norte, feverosos adeptos do Camilo – parece que as gentes do Norte são mais bairristas, até na literatura!). Esta disputa torna-se ainda mais divertida, quando Camilo Castelo Branco nasceu em Lisboa (coisa de que até recentemente, poucos lisboetas se podiam gabar) e Eça de Queiroz nasceu na Póvoa de Varzim.
Vale o que vale, mas agradou-nos também o facto de Camilo e Eça terem suscitado mais comentários que o habitual, tanto aqui no blog e no mail, como na livraria.
Coincidência ou não, na manhã seguinte a termos lançado esta brincadeira, um cliente levou “A Corja” de Camilo Castelo Branco e “Uma Campanha Alegre” de Eça de Queiroz, (ambos em edição da Lello - essa tradicional editora do Norte de que nós aqui na Pó dos livros tanto gostamos). E é só isso que temos a ganhar com este campeonato: um lembrete, uma vontade renovada para ler Eça e ler Camilo,
Obrigado a todos por terem participado.
---
Isabel Nogueira

2 comentários:

Joao disse...

Em minha defesa, devo dizer que adquirir esses dois livros foi uma total coincidência. Só depois é que reparei no inquérito...E a Lello tem o mérito de me deixar refazer a minha biblioteca (já muito desfalcada graças a sucessivos empréstimos)...

Pó dos Livros disse...

Caro João, foi uma feliz coincidência e o seu protagonismo involuntário nesta pequena estória era o remate ideal, não resistimos.
Até breve
Isabel Nogueira