segunda-feira, maio 19

Saramago sente que pavilhões diferenciados na Feira do Livro promovem discriminação

O Prémio Nobel da Literatura, José Saramago, lamentou hoje que a Feira do Livro, em Lisboa, tenha sido adiada "sine die" e criticou a possibilidade de existirem pavilhões diferenciados, alegando que isso é diferenciar as classes.
(Ler mais no Público)

Nenhum comentário: