quinta-feira, maio 29

Um Homem Feliz?

Eugène Delacroix, Auto-retrato


"(...) Que vida a minha! Penso nisto enquanto ouço esta bela música, sobretudo a de Mozart, que exala a calma de uma época bem ordenada. Encontro-me nesta fase da vida em que o tumulto das paixões enlouquecidas já não se confunde com as deliciosas emoções que me comunicam as coisas belas. Não conheço a burocracia e as ocupações repugnantes que são o dia a dia de quase todos os homens; em vez de pensar em negócios, penso só em Rubens ou Mozart: a minha grande preocupação durante oito dias é recordar-me de uma ária ou de um quadro. Entrego-me ao trabalho da mesma forma que outros vão ter com a sua amante, e quando o deixo trago para a minha solidão, ou para o meio das distracções que procuro, uma sensação encantadora - que pouco tem a ver com a emoção angustiada dos amantes. (...)"
---
in Eugène Delacroix, Diário (Extractos), Editorial Estampa, 1979
---
Isabel Nogueira

Nenhum comentário: