sábado, janeiro 10

ABC

"(...)Apenas com vinte e seis letras se dá nome a todas as coisas do mundo e se explicam os inteiros movimentos de todas as coisas do mundo. O que se conseguiria, então, se o alfabeto tivesse vinte e sete letras? Há quem considere, aliás, que o brutal desconhecimento de Deus se deve precisamente à ausência desta última letra do alfabeto. E a qualquer língua falta uma última letra. Terminámos cedo de mais e, assim, ficámos com os mistérios do mundo. Mas isto é outro assunto, senhor Breton."
in O SENHOR BRETON E A ENTREVISTA, Gnçalo M. Tavares, Editorial Caminho, 2008



Postado por Isabel Nogueira

Nenhum comentário: