quinta-feira, janeiro 15

Daniel Oliveira; Nuno Ramos de Almeida; Ricardo Noronha; Rui Tavares

A Revolta na Grécia

Dos primeiros-ministros europeus ao mais anónimos militantes e activistas, os acontecimentos ocorridos na Grécia em início de Dezembro de 2008, e cuja irresolução parece prolongar-se nestes primeiros dias de 2009, mereceram atenção generalizada e têm sido pretexto para vários debates. Estes debates, entre outros pontos, tocam as seguintes questões: a motivação dos revoltados e a diversidade de grupos envolvidos nos protestos; a hipótese de um novo ciclo de lutas, caracterizadas por novas práticas, novos protagonistas e novas ideias, estendendo-se de Los Angeles a Atenas, passando por Seattle, Génova e Paris; a relação entre a polícia, a violência, a política e os movimentos; o renascimento de uma cultura política insurreccional; a posição das diferentes esquerdas políticas ante os acontecimentos; etc.

O debate foi organizado pela unipop, que, para o efeito, convidou – Daniel Oliveira, Nuno Ramos de Almeida, Ricardo Noronha e Rui Tavares.
-*-
Ricardo Noronha

Daniel Oliveira

Rui Tavares

Nuno Ramos de Almeida

Nenhum comentário: