sexta-feira, fevereiro 20

O Japão é um lugar estranho - Peter Carey


Há uma altura da vida em que os pais, julgando ainda ter muito para ensinar, começam a aperceber-se por vezes com espanto – de que também eles passaram a ter muito a aprender com os respectivos filhos. Não me refiro a aprendizagens de ordem humana, emocional ou afectiva. Essas começaram ainda antes do parto, naturalmente. Estou a falar de factos concretos: nomes, tendências, continentes culturais até aí totalmente ignorados e submersos.

Foi o que aconteceu ao escritor australiano Peter Carey e, se me permitem uma confissão pessoal, o que me aconteceu a mim. É essa a dupla razão de ser deste livro. O Japão É Um Lugar Estranho não existiria nesta edição sem o que eu aprendi com o meu.

Charley e Alexandre, pelas minhas contas, terão aproximadamente a mesma idade. Terá sido também pela mesma altura que viram pela primeira vez O Verão de Kikujiro, o filme de Takesshi Kitano, que é um comovente road movie japonês de uma criança à procura da mãe. Na mesma fase da vida, por volta dos 12 anos, Charley e Alexandre começaram a dedicar-se à manga e ao anime, apesar da insistência dos respectivos pais para que lessem literatura «séria». Em ambos os casos, foram os filhos a arrastar os pais para um interesse pela cultura japonesa, que os levaria a planear uma viajem ao Japão.
Escrito com a destreza narrativa de um romancista de créditos firmados (vencedor do Booker Prize por duas vezes), este livro traz em si, também, a urgência da reportagem e a capacidade de observação do melhor jornalismo. Revela-nos aquilo a que muita gente ainda não terá dado a atenção necessária: que há uma nova geração de adolescentes ocidentais a crescer, nesta primeira década do século XXI, sob a influência da cultura popular japonesa. [...] Peter Carey conduz o filho e é conduzido (levando-nos a nós também nessa viagem) pelos labirintos de uma cultura cheia de códigos mais ou menos impenetráveis para um estrangeiro. Uma cultura bem mais transparente para um adolescente familiarizado com os universos da manga e do anime do que para um adulto à procura de uma chave que se revela quase sempre «lost in translation».
Carlos Vaz Marques



Tema: Literatura de Viagens
Tradução: Carlos Vaz Marques
Coordenação: Carlos Vaz Marques
1.ª edição: Fevereiro de 2009
n.º de páginas: 176
formato: 14,5x20 cm
isbn: 9789728955915
pvp: 16.2 euros

3 comentários:

Portaria ILEGAL disse...

Bom blog

Anônimo disse...

Boa tarde eu ando a procura deste livro para a minha filha que tem que fazer um trabalho para a escola e esta esgotado ja ha muito tempo...onde o posso encontrar?cumptos..
Sandra-kris@hotmail.com

Pó dos Livros disse...

Boa tarde,

Infelizmente também não temos. No entanto, a editora Tinta-da-China vai reeditar o livro para dia 15 de Novembro.

Obrigado