sexta-feira, fevereiro 27

Ondjaki- Materiais Para Confecção de Um Espanador de Tristezas

Ondjaki nasceu em Luanda, em 1977. Prosador. Às vezes poeta. Co-realizou o filme sobre Luanda (Oxalá Cresçam Pitangas, 2006). É membro da União dos Escritores Angolanos. Está traduzido em francês, espanhol, italiano, alemão e chinês.
Recebeu o Grizane for Africa 2008 pelo conjunto da sua obra.

APALPAR MANHÃS [24/7/02]

Sonhei que estava enamorado pela palavra antigamente.
Eu sorria muito nesse sonho – fossem gargalhadas. Aproveitei a ponta desse sorriso e fiz um escorrega. Deslizei. Tombei no início de uma manhã.
Pensei ver duas borboletas mas [riso] eram duas ramelas. Do. [a partir do tom amarelado das ramelas é possível apalpar manhãs.]
então vi: nos dedos, na pele do corpo por acordar, estavam manchas muito enormes: eram manchas de infância. Gosto muito desse tipo de varicela.

Autor: Ondjaki
Título: Materiais Para Confecção de Um Espanador de Tristezas
Editora: Caminho
ISBN:9789722120298
Pvp: 10.50 €



Num lançamento cheio de sotaque (angolano, brasileiro, português) e muito pouco formal com a apresentação do livro por Ana Paula Tavares e Zeferino Coelho, deu-se a coincidência de estarem entre o público, outros dois escritores de língua portuguesa que mais tarde se juntaram à mesa: José Eduardo Agualusa e João Paulo Cuenca.

2 comentários:

Teresa Coutinho disse...

Acho fantástico esta forma de apresentação dos lançamentos de livros. Os meus parabéns.

Anônimo disse...

Uma belissima sessão. Parabéns
Livraria SolMar