segunda-feira, junho 29

O ar lisboeta do O'Neill

Alexandre O'Neil (Lisboa, 1924-1986)
--
O AR DO LISBOETA

(lista a encurtar ou a acrescentar pelo leitor)

o ar milonga do lisboeta

o ar mastronço do lisboeta

o ar activo do lisboeta

o ar coitado da filha do lisboeta

o ar cabotino do lisboeta

o ar reservado do lisboeta

o ar dia oito do lisboeta

o ar missa da uma do lisboeta

o ar campdòrique do lisboeta

o ar queixudo do lisboeta

o ar ramona do lisboeta

o ar bichona do lisboeta

o ar pasma do lisboeta

o ar barrigatesta do lisboeta

o ar último olhar de jesus do lisboeta

o ar vilas boas do lisboeta

o ar estoril do lisboeta

o ar em princípio vou do lisboeta

o ar eu depois confirmo do lisboeta

o ar catarino do lisboeta

o ar daniel do lisboeta

o ar terilene do lisboeta

o ar jaguar do lisboeta

o ar poupar do lisboeta

o ar gastar do lisboeta

o ar solmar do lisboeta

o ar morrinhanha do lisboeta

o ar seminarista do lisboeta

o ar boçal do lisboeta

o ar servil do lisboeta

o ar por aqui me irvo do lisboeta

o ar eu cá não vi nada do lisboeta

o ar portagem do lisboeta

o ar esnègabar do lisboeta

o ar jardim cinema do lisboeta

o ar crise de teatro do lisboeta

o ar é natal é natal do lisboeta

o ar estufa fria do lisboeta

o ar padre cruz do lisboeta

o ar mártires do lisboeta

o ar conjuntura do lisboeta

o ar ultramar do lisboeta

o ar tecnolírico do lisboeta

o ar você do lisboeta

o ar donamélia do lisboeta

o ar alentejano do lisboeta

o ar chico esperto do lisboeta

o ar sector um do lisboeta

o ar monsanto do lisboeta

o ar transístor do lisboeta

o ar trombudo do lisboeta

o ar lisbonudo do lisboeta

o ar matraquilhos do lisboeta

o ar agenda do lar do lisboeta

o ar et pluribus unum do lisboeta
---
in Anos 70 Poemas Dispersos, Assírio & Alvim, 2009


Nenhum comentário: