sexta-feira, abril 3

Eu podia escrever um livro


Se julga que escrever um romance é difícil e é só para alguns predestinados, engana-se! Escrever um livro está agora ao alcance de todos. Olhe à sua volta e repare na quantidade de gente que anda por aí a escrever livros. É porque não é difícil... Não sabe como eles conseguem? Então eu digo-lhe. Escreva no Youtube a frase «How to write a book» e já está. Terá à sua disposição dezenas e dezenas de vídeos cheios de dicas acerca de como escrever um livro. E não são truques para escrever apenas um livro qualquer. São para escrever um verdadeiro bestseller, claro! Escusado será dizer que, para escrever um bestseller, vai ter de pagar o curso completo. Mas o que é isso comparado com os benefícios que a tarefa pode significar?

Todos estes vídeos têm uma coisa em comum: são todos da responsabilidade de escritores famosos e todos eles foram galardoados no mínimo com o Booker Prize. Não acredita? Basta reparar em nomes como por exemplo… Agora de repente não me lembro, mas sei que são todos muito conhecidos.

Os vídeos começam quase sempre por dizer que para escrever um livro é necessário ter uma ideia. Ora isso é facílimo. Eu, por exemplo, farto-me de ter ideias, ainda que normalmente só dêem para 500 caracteres e, no melhor dos casos, para escrever um post num blogue. Mas quantos livros não nascem de blogues? Ah, pois… Convém é que seja de um bom bloguer, não é?… Mas não desanimemos!
Depois da ideia, temos de construir as personagens. Isto também não é difícil. Pense por exemplo em pessoas que conhece: os seus vizinhos e familiares, ou então em pessoas conhecidas, figuras públicas. Mude-lhes o nome e já está. Se faz questão de escrever mesmo um bestseller, então vai ter de construir as suas próprias personagens, sobretudo as femininas, dotadas de grande carga psicológica e avidamente sofredoras por causa dos homens belos, encantadores, ricos e pérfidos como as cobras. Sucesso garantido, dizem eles… Os tipos dos vídeos.

Alguns destes vídeos, poucos, também dizem que convém, quando se pretende escrever um romance, ter-se lido alguns. Pois isto é que me lixou! Porque fui à procura de «How to read a book» no Youtube e só encontrei um vídeo, o qual apenas ensinava a ler livros técnicos (vale a pena ver). Sendo assim, fico-me por escrever uns posts ou então uns versos para uma canção. Aposto que deve haver imensos vídeos que ensinam como fazê-lo.


Jaime Bulhosa



2 comentários:

Ana disse...

Essa foi mesmo certeira.
Eu tenho culpa no cartório porque quero escrever um livro, mas certamente não fico à espera que esses (des)conhecidos me ensinem como fazê-lo. E todos sabem que há para ai muito boa gente a queres ser escritor, sem nunca ter lido um livro inteiro. Coisas ...

P.S. Post muito elucidativo!

Blog de um Brasileiro disse...

Blog bom hein rapaz?!?!? A partir de hoje fará parte do meu.
Adorei o texto de como escrever um livro. Apesar de irônico, técnicas para escrever não são ruins. Talvez para organizar a mente de uma pessoa despreparada e que precisa de uma pitada apenas.
Óbvio que, no geral, muita imundície sai dai. Mas antes um povo escrevendo do que apenas vendo Big Brother.
Abraços