segunda-feira, abril 6

O livro é o livro


Andava à procura de palavras para explicar porque é que o livro tradicional não acaba tão cedo, quando li estas frases:

«Não sou daqueles escritores que acham que a Internet vai constituir um perigo para o livro, e tal. Aquela velha história. Acho que não. O livro é o livro. É um instrumento. Como o martelo, digamos. É evidente que o Black & Decker é mais rápido para fazer um furo mas o martelo não deixou de existir. E a tesoura também não. Nem a bicicleta»

António Tabucchi in Ler n.º 79
Jaime bulhosa

3 comentários:

David Buraca disse...

Estão nove frases dentro das aspas, pode dizer a qual se refere.

Pó dos Livros disse...

Obrigado pela correcção.

maria_arvore disse...

O gosto pelo cheiro e pelo manuseio dos livros demorará algumas gerações a perder-se porque as sensações permanecem mais tempo que a lógica.