quarta-feira, abril 1

"O Planalto e a Estepe" o novo romance de Pepetela - Nas livrarias dia 23 de Abril


OS ROCHEDOS DA TUNDAVALA

«Os olhos dele continham o céu Planalto.
Na Huíla, Serra da chela, Dezembro, quando o azul mais fere.
Nos olhos dela estavam gravadas suaves ondulações da estepe mongol. Tons sobre o castanho.
Entremos primeiro no azul.


A minha vida se resume a uma larga e sinuosa curva para o amor.
Começando por um caminho longo até Moscovo. Não vos contarei todos os detalhes dessa viagem. Houve outras, também importantes, houve mesmo muitas viagens. Mas essa primeira viagem em arco amplo e súbitos desvios demorou mais, começou na Huíla, Sul de Angola, quando fui parido.Nasci no meio de rochedos. A casa, porém, era de adobe. Casa de adobe com rochedos à volta. Título de quadro? Era muito duro fazer uma casa de pedra, como na aldeia de Trás-os-Montes onde o meu pai tinha nascido. A minha mãe era já de algumas gerações huilanas e nascera numa mais pequena que a nossa. Por isso se construiu a de adobe, quando casaram. Os dois, com a ajuda de um serviçal muíla, chamado Kanina, nome de soba grande, ergueram a moradia, usado o barro de uma baixa sempre húmida para fazerem blocos secos ao sol. Primeiro teve campim como cobertura. Depois chapas de zinco. Finalmente telhas.
Houve progresso.
Nasci na fase intermédia, das chapas de zinco. Nado capim tinha nascido a Olga, minha irmã mais velha. Depois, já na de telhas, nasceram o Zeca e o Rui, meus mais novos. Só eu tive direito, ao ser atirado para o mundo, a ouvir chuva batendo em chapas de zinco.»
***


Do encontro entre um estudante angolano e uma jovem mongol, nos anos 60, em Moscovo, nasce um amor proibido. Baseada em factos verídicos, ficcionados pelo autor, esta história põe em evidência a vacuidade de discursos ideológicos e palavras de ordem, que se revelam sem relação com a prática. Política internacional, guerra, solidariedade e amor, numa rota que liga um ponto perdido de África a outro da Ásia, passando pela Europa e até por Cuba. Uma viagem no tempo e no espaço, o de uma geração cansada de guerra num mundo cada vez mais pequeno. Maravilhoso e comovente, este é um romance sobre o triunfo do amor, contra todas as vontades e todas a fronteiras.





Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, conhecido pelo pseudónimo de Pepetela, (Benguela, 29 de Outubro de 1941) é um escritor angolano. Licenciado em Sociologia, Pepetela é docente da Faculdade de Arquitectura da Universidade Agostinho Neto (Luanda). Em 1997, foi galardoado com o Prémio Camões pelo conjunto da sua obra. Foi o autor mais jovem a receber este prémio.

-
Título: O Planalto e a Estepe
Autor: Pepetela
Edição: Dom Quixote
ISBN:9789722037846
Nas livrarias a 23 de Abril

3 comentários:

Darlanhayek disse...

Prezados Amigos,
É com muito prazer que chego até vocês para anunciar o lançamento de meu primeiro romance intitulado Depois da Última Lágrima. Um romance tocante que mostra o que o amor é capaz de realizar na vida das pessoas. Uma história comovente de um deficiente visual, que tenta sobreviver ao mundo preconceituoso a sua volta e conhece o amor de uma forma totalmente diferente. Uma história tocante que o levará da revolta às lagrimas, e o ajudará a entender o verdadeiro significado de um amor, e o que um ser humano é capaz de fazer em busca de um sentimento.
Gostaria então de aproveitar essa oportunidade para pedir a colaboração de vocês para me ajudar nessa batalha que é ser um escritor em nosso país. Como vocês sabem, os obstáculos são muitos, e o apoio recebido é praticamente nulo. Mas isso jamais me faria desistir de buscar meus objetivos e oferecer o melhor que posso através de meus escritos.
Este livro foi escrito com muita dedicação, a fim, de expressar da melhor forma tudo o que um tema tão importante exige. Fiz o máximo para oferecer a todos vocês meus amigos e leitores, uma agradável leitura, um livro que o fizesse tomar gosto ainda maior por páginas de agradáveis acontecimentos. Sei que tenho ainda muito a aprender e me aprimorar na arte da escrita, mas digo que cada palavra escrita foi escrita com o coração e pensando em cada um de vocês, os quais são os responsáveis por eu não desistir de lutar por aquilo em que acredito.
O preço do livro é de R$ 12,00, e para adquirir o exemplar, é só me passar um e-mail, que entregarei em mãos já autografado e com dedicatória especial. Conto com todos vocês nessa nova fase de minha vida.
Peço por favor, àqueles que puderem que possam divulgar a amigos e outras pessoas que gostam de leitura para que possamos assim atingir um maior público leitor. Aproveitem para presentear, um livro é sempre um ótimo presente. adquira pelo darlan.silva@strata.com.br
Muitíssimo Obrigado pela compreensão de todos vocês...
Cordialmente
Darlan.

Mendez disse...

O lançamento vai ser na Pó dos Livros? Com o autor?

Pó dos Livros disse...

Mendez, ainda não temos data para o lançamento do livro, mas está combinado ser aqui na Pó dos livros com a presença do autor.