quarta-feira, maio 13

Pensamento do dia

Adágios, frases, pensamentos, citações, sintetizam na maior parte das vezes os raciocínios complexos dos sábios ou a sabedoria popular acumulada durante séculos. Por isso, os nossos líderes gostam tanto de as usar. Deixo alguns exemplos que lhes poderão ser extremamente úteis:

«Se à primeira não tiveres sucesso, insiste, insiste e insiste de novo.»
«Não batas com a cabeça contra a parede»

«A ausência faz o coração crescer»
«Longe da vista, longe do coração»

«Duas cabeças a pensar são melhores que uma»
«Rema a tua própria canoa»

«Nunca se é demasiado velho para aprender»
«Não se ensinam novos truques a um cão velho»

«Quem não chora não mama»
«O Silêncio é de ouro»

«A palavra é mais poderosa do que a espada»
«Os actos falam mais alto do que as palavras»

«Quanto mais depressa mais devagar»
«O tempo não espera por ninguém»

«O seguro morreu de velho»
«Quem não arrisca não petisca»

«A cavalo dado não se olha o dente»
«Cuidado com os Gregos que trazem presentes»
-
«Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és»
«Diz-me o que pensas, dir-te-ei com quem andas»

Livreiro anónimo do contra

Um comentário:

Pedro Areal disse...

Parafraseando Karl Kraus, os aforismos tem sempre verdade a menos ou verdade a mais. Ou são meia verdade ou verdade e meia.

Ao resolver o conflito entre as duas meias verdades atinge-se a sabedoria.

O corpus do provérbios é sábio; tomar o aforismo como a verdade toda e não como a meia-verdade que é conduz ao erro.