quarta-feira, julho 29

pouca inspiração e um bom conselho


Desde manhã a pensar num post para o blogue, a inspiração não veio e a uma hora do fecho da Pó dos livros rendi-me às evidências. Escolhe um livro que gostes de ler naqueles momentos em que a livraria está sossegada, copia o texto da contracapa, coloca as referências devidas (título, autor, tradução, editora, ano de publicação), junta uma imagem da capa e por hoje é tudo. Apenas uma ressalva, o livro não foi escolhido "ao calhas" vale mesmo a pena lê-lo.

Grandes Momentos da História da Humanidade - Catorze Miniaturas, de Stefan Zweig, Tradução de Fernando Ribeiro, Edição Esfera dos Livros 2009 - pvp 22.00 euros.


Da contracapa - "(...) Stefan Zweig dá-nos a conhecer 14 momentos fundamentais que marcaram a História da Humanidade, resgatando-os do esquecimento. Momentos fatais que, pela sua singularidade e raridade, determinaram o curso da História.
O autor descreve a descoberta do Oceano Pacífico; a conquista de Bizâncio; a «ressurreição» de Händel em 1741; a composição da Marselhesa por um génio esquecido; Napoleão e Wellington em Waterloo; a criação da elegia de Mareinbad de Goethe; a descoberta de Eldorado; o indulto de Dostoievski, momentos antes da sua execução; a instalação do cabo telegráfico entre Inglaterra e França; A Fuga Para Deus, uma peça em três actos com Tolstoi; a conquista do Pólo Sul; a viagem de Lenine para a Rússia em 1917".

Débora Figueiredo

3 comentários:

fallorca disse...

Topei, um livro bom para «dar ao pedal», longas caminhadas de leitura.
Prometo não seguir a VP e não o ler no «sonfa». Como será o som do fá?

Paula disse...

Parece bastante interessante.

Ricardo Cabaça disse...

Recomendo a leitura deste livro. Li uma versão mais antiga (Civilização Editora - 2 Vols.) e é realmente uma obra muito cativante. Aliás, Stefan Zweig é um bom historiador e um bom romancista, explorando o lado humano e psicológico das personagens e da acção. Um autor esquecido que agora tem sido redescoberto. Ainda bem!