sábado, julho 11

Qual é a cor dos teus sonhos?

«"Necessito de qualquer coisa que provoque uma emoção. A emoção é o que me faz mexer. Não é do domínio do sentimento. É como se me picassem com um alfinete."
---
"Nunca sonho durante a noite, mas no meu ateliê estou em pleno sonho. É quando trabalho, quando estou acordado, que sonho"
---
"Se me dizem 'qual é a sua cor preferida?', a questão quase que não tem sentido para mim: gosto e procuro o contraste das cores."
---
Os siêncios de Miró são lendários: as suas mãos traduziam, com brio, a sua visão do mundo. Estas entrevistas têm, então, um grande valor documental. Percorremos os seus ateliês e Miró puxa-nos para a arena da sua actividade criativa: acto poético, incansável luta contra o conformismo e resposta ao apelo da matéria. Nestas suas recordações, cruzamos Buñuel, Breton, Dali, Matisse, Picasso... entre outras figuras maiores da Arte do séc. XX.
Miró, o Encantador, ocupou o seu espaço pictural de formas, linhas e cores à procura de "libertar a pintura para melhor cultivar o sonho"...»



Esta É a Cor dos Meus Olhos
Miró / Conversas com Georges Raillard
Edição: 90 Graus, 2006
Tradução: José Mário Silva
ISBN: 9789728964047
PVP: 16.00

2 comentários:

Moura Aveirense disse...

É exactamente o contraste das cores de Miró que me encanta!

Fragmentos Culturais disse...

'...cruzamos Buñuel, Breton, Dali, Matisse, Picasso...' - Hum! Interessante 'cruzamento'! Veremos...
A folhear numa próxima 'peregrinação' a uma das 'minhas' livrarias, por aqui!