terça-feira, agosto 18

Inherent Vice



Thomas Ruggles Pynchon, Jr. Nasceu em Long Island, 8 de Maio de 1937 é um dos mais originais escritores norte-americanos vivos. Famoso por criar livros longos e complexos - às vezes com centenas de personagens e dezenas de histórias paralelas -, ele é um dos principais expoentes do romance pós-moderno, juntamente com William Gaddis, John Barth, Donald Barthelme, Don Delillo e Paul Auster.
Vencedor do National Book Awards, seu nome é constantemente citado como condidato ao Prémio Nobel de Literatura. Em 1988, foi premiado pela Fundação MacArthur. O crítico literário Harold Bloom nomeou Pynchon um dos quatro romancistas anglófonos "canonizáveis" de seu tempo - ao lado de Don DeLillo, Philip Roth e Cormac McCarthy.
Sua ficção abrange diversos campos, como física, matemática, química, filosofia, parapsicologia, história, mitologia, ocultismo, música pop, banda desenhada, cinema, drogas e psicologia, unindo-os de maneira picaresca, humorística, absurda, poética e sombria. A preocupação central da obra de Pynchon é explorar a acumulação e a inter-relação entre estes diferentes conhecimentos, que resultariam numa realidade entrópica tangível apenas pela paranóia. Ele também é conhecido pela reclusão em que vive, o que gerou diversos rumores sobre sua real identidade. Nunca concedeu entrevistas e as únicas fotos conhecidas dele datam da sua juventude.
--
Título: Inherent Vice
Autor: Thomas Pychon
Edição: Jonathan Cape
ISBN: 9780224089407
PVP: 21.50€

Um comentário:

Jorge Gomes disse...

Só quem conhece bem Boris Vian, percebe que ele não é assim tão original... mas pronto, é a minha opinião.