quarta-feira, agosto 26

Pensamento do dia

«Escrever, ler ou adquirir um livro é sempre um acto de inteligência. Deve ser por isso que se vendem tão poucos livros.»

Livreiro anónimo à beira do suicídio

5 comentários:

Sabina disse...

E eu vejo sempre as livrarias cheias....

Claudia Oliveira disse...

Então esta coisa da publicação de livros é só uma tentativa de melhorar o cerebro do pessoal?

Pó dos Livros disse...

Não Cláudia,

É mesmo um negócio ;)

Fragmentos Culturais disse...

...não será publicidade 'provocatória' ?!
:)

Ainda ontem a Bulhosa - Porto, em final de tarde, estava cheia! Certamente 'gente inteligente' ;)

Leonor disse...

como livreira que sou tenho apenas isto a dizer: as livrarias estão cheias de gente, mas quem compra são sempre os mesmos (poucos) que lá vão quando elas estão vazias...