terça-feira, novembro 17

Inspiração literária


Num evento literário, numa conversa de circunstância entre escritoras:

- Há quanto tempo!
- É verdade, há muito.
- O quê… há mais ou menos vinte anos que não nos víamos?
- Ou mais! E tu estás igualzinha.
- Tu também, e o cabelo loiro fica-te muito bem.
- Obrigada. O que é fazes aqui num evento de editora?
-Sou professora e autora de alguns livros. E tu?
Muito orgulhosa responde:
- Eu escrevi um livro, um romance.
- Parabéns. Dizem que para escrever um romance é necessário ter um momento de grande inspiração?
- Sim, não é fácil imaginar uma história que seja apelativa e ao mesmo tempo original, a inspiração não surge constantemente e o processo de escrita pode ser penoso. Algumas ideias deste livro foram retiradas de acontecimentos recentes e verídicos, passados comigo e muito dolorosos.
- Não sabia, mas está tudo bem?
- Sim já passou. E tu, que tipo de livros é que escreves?
- Livros de matemática, mais precisamente exercícios de integrais duplos, triplos, de linha e de superfície e também de cálculo diferencial em IRn.
- Que interessante!... E onde vais buscar a tua inspiração?
Sem saber bem o que responder:
- Também em momentos muito dolorosos; mas neste caso para os meus alunos.

Jaime Bulhosa

Um comentário:

Pedro Lopes disse...

onde ir buscar inspiração para os integrais? de preferência a ar rico em oxigénio