quarta-feira, janeiro 20

Um ramo de flores

- Queria mais seis exemplares de A Porta de Duchamp e faça-me seis embrulhos para oferta, por favor. Sabe, às vezes vamos encontrar-nos com alguém de quem gostamos e levamos uma flor, eu achei este pequenino livro tão bonito, é como oferecer uma flor... e não murcha.

-
Título: A Porta de Duchamp
Autor: Rosa Maria Martelo
Edição Averno, 2009
PVP: 9,00€


---

NUVENS

Ao dobrar de uma curva da estrada, encontro o fotógrafo celeste. Imóvel ao lado do tripé, braços cruzados sobre o peito, espera que o vento misture de tal modo luz e sombra que a cor do céu possa entrar toda inteira no breve enquadramento da máquina fotográfica. Assim que me aproximo, começa a procurar nos bolsos e, franzindo um pouco os olhos (creio que cada vez mais lhe custa ver ao perto), vai tirando imagem sobre imagem: pedaços de céu com grandes massas de nuvens muito brancas, ou azuis como os montes ao longe, ou levemente pintadas de vermelho e cor-de-rosa como os frutos de verão. «Não é bonito, isto?», pergunta. Depois voltamos a olhar para as fotografias, com a surpresa de quem vai à janela olhar o céu e se dá conta de estar a ver um pormenor do universo: «quanto mais as nuvens nos parecem imóveis, mais nos movemos nós, viajantes de uma nave imensa. Como se não houvesse nenhum vento e, sabe-se lá porquê, a Terra começasse a rodar ligeiramente mais depressa».

-----



(Foi um belíssimo ramo de flores que chegou à Pó dos livros, a consignação de todo o catálogo da Averno.)
---

Isabel Nogueira

Nenhum comentário: