sexta-feira, abril 9

Alegrias do casamento


Uma livraria é procurada, na maior parte das vezes, por gente que gosta de ler e que vem comprar livros, mas também o contrário.

- O senhor, por acaso, não quer comprar uma biblioteca inteira de livros? É uma colecção de livros em óptimo estado que ganhei de herança.
- Que tipo de livros são?
- Ora essa!?... São livros de todas as cores!
- Nós não compramos livros a particulares. No entanto, se não leva a mal a pergunta, porque não fica com eles para si?
- Para mim?... E que vou eu fazer com um montão de livros?
- Eu diria… Lê-los!?...
- Eu ler?... Tenho apenas trinta e cinco anos.
- E o que é que isso tem a ver?
- Não, eu não! Ainda para mais sou solteiro, ia lá agora pôr-me a ler... Ainda se fosse casado.
-
Jaime Bulhosa

7 comentários:

Gi disse...

Ahahahahah.
Oh, Joy!

Silvia disse...

não posso...

Bri disse...

lol!!!

Que acéfalo!!!

vera disse...

eu vejo algo de poético nessa parte dos livros de todas as cõres !...

Anônimo disse...

Seve disse...

Ao domingo na SIC, a seguir ao noticiário da uma, dá um programa com três "loiras" e que mostram sempre a casa dum "famoso" e nunca naquelas miseráveis casas vejo um,um livro sequer....tristeza.

Seve

LuLu disse...

Só filmado!

mirtillo disse...

Lol! E assim se faz a melhor descrição do vazio da ignorância.(e aqui para nós, quem se deve estar a rir é o parente falecido)