segunda-feira, maio 10

Imbeciclopédia II

As coisas que lemos:

Duas palavrinhas, por fim, sobre uma quinta prova a favor da existência de Deus, […] de uma forma simples: se o homem concebe Deus, o ser perfeito, ele tem de existir, porque se não existisse, tinha uma imperfeição: não existia.

Cidália Laranjo e Francisco de Almeida Garrett, em Pais e Mães, Fronteira dos Caos

Nenhum comentário: