sexta-feira, maio 28

Imbeciclopédia V


Quando estiver como eu estou hoje, muito irritado, colérico, apopléctico, literalmente passado com o azeiteiro do trânsito, que quase me passa a ferro hoje de manhã e ainda mandou vir, saiba qual o significado exacto dos nomes que eu lhe chamei e use-os, quando necessitar, de acordo com a sua vontade:
Por convenção um idiota é um individuo com um QI inferior a 20, um imbecil tem um QI entre 20 e 49, e um débil mental um QI entre 50 e 69. Os cretinos são, em termos específicos, pessoas com deformidades ou atraso mental causados por deficiências da tiróide; hoje em dia, o cretinismo é mais comummente chamado de hipotiroidismo congénito . «Idiota» deriva do grego idios, que tem o sentido de «próprio», «privado» ou «particular», como em «idiossincrasia». «Débil» vem do latim debile, que quer dizer «fraco» ou «frágil». «Imbecil» deriva da construção latina imbecille, que significa «sem bastão», no sentido de «frágil», sem sustentação. «Cretino» vem do francês crétin, cujo etimologia não está completamente esclarecida. Uma vez que se supõe que, originalmente, o vocábulo queria dizer «cristão», no sentido de «pessoa sagrada», o «cretino» pode ser um «tolo de Deus», por assim dizer. Ainda o mandei para um determinado sítio, mas não vou explicar a etimologia do nome do lugar, porque é muito conhecido.


Jaime Bulhosa

3 comentários:

Filipa disse...

Como eu o compreendo...há um nome que gosto particularmente e que, infelizmente não é da minha autoria: camurço arraçado de palhaço. É longo mas cai tão bem... ;)

C disse...

Jaime, foi traído pela sua pesquisa. Cretinismo é um termo em desuso e em seu lugar diz-se HIPOtiroidismo Congénito.

Repito: HIPO, não hipertiroidismo como diz.


E tem de levar o "congénito" a reboque, caso contrário é outra coisa.


Cumprimentos

Pó dos Livros disse...

C, confio em si.:))) Está corrigido.

Obrigado

Jaime