terça-feira, maio 25

Não há saco


Para aqueles que estão fartos, como eu, de ser perseguidos por livros, filmes e séries com vampiros:

DEZ MÉTODOS TRADICIONAIS PARA ANIQUILAR UM VAMPIRO

1 - Cravar-lhe uma estaca no coração
2 - Decapitá-lo *
3 –Expô-lo à luz solar
4 –Queimá-lo
5 –Trespassá-lo com uma espada #
6 – Imergi-lo em água
7 – Expô-lo a água benta e alho
8 – Tocar-lhe com um crucifixo ‘’
9 – Encurralá-lo na sepultura
10–Extrair-lhe o coração

Notas:
*Evitar salpicar sangue.
#A espada deve ser abençoada.
‘’Só funciona com vampiros recentes.


Jaime Bulhosa

11 comentários:

Anônimo disse...

Nem mais, eu que sou mãe de adolescente estou já sem pinga de paciência para esse assunto. O que vale é que nestas idades dá-lhes forte mas passa rápido. Os senhores editores e produtores de cinema que se acautelem pois o filão acaba. E como entendi que é o pendor romântico dessas novelas que atrai a garotada, consegui atrair a minha teen para a Bronte, com a “Jane Eyrie”, entretanto entusiasmada já leu “Orgulho e Preconceito” da Austen. Quando dei por mim andávamos em alfarrabistas à caça de mais títulos. Fica aqui a sugestão, com a minha filha resultou, não deixou de ler a Anne Rice, mas não se ficou só por aí.
Elsa Almeida

Penélope disse...

Pode fazer-se o mesmo aos editores que os "trazem"?

fallorca disse...

Então e o alho? :)

Pó dos Livros disse...

Fallorca,

O alho já lá está:«Expô-lo a água benta e alho» ;)

fallorca disse...

Ofuscado pela benta, nem vi o alho. Fiufiu...

Luís Graça disse...

A moda há-de passar e o Bram Stoker é eterno.
Pretexto para tirar o pó do "Drácula" publicado pela Europa-América em capa mole, colecção Pêndulo, número 3.
Havia lá um carimbo a dizer Agosto de 84.

Antes disso já tinha visto o filme do Herzog (em 1978) e o do Murnau (80, em sessão dupla com o Herzog, na Gulbenkian).

Gosto de vampiros e da literatura sobre vampiros. Estou calmo. A moda há-de passar.

Estou mais assustado com as vuvuzelas.

Pó dos Livros disse...

Luís Graça,

Sem dúvida as vuvuzelas são mais, não dira assustadoras, mas muito irritantes. ;)

Jaime

Pedra do Sertão disse...

Passeando para me divertir com estas!!! [Uma mesa cheia de trabalho me chama de volta...tem remédio para isso também?!] Abraço

Rocha disse...

Caro Jaime, você tenha mas é juízo nessa cabeça e vá aproveitando a maré dos vampiros para fazer uns cobres... é que sabe... nem só de literatura mongol vive o homem...

Pó dos Livros disse...

Caro Rocha,

Nem só de cobres vive um homem. ;)

Jaime

Sangue Fresco disse...

Gosto muito do seu blog e sentido de humoe e devo dizer que fartei-me de rir com este artigo! Se não se importar, coloquei-o no blog Sangue Fresco, dedicado a uns "desses" livros de vampiros! ;) Pode ver aqui: http://sangue-fresco.blogs.sapo.pt/92037.html