sexta-feira, junho 25

George Steiner Em The New Yorker



Nesta colectânea de ensaios publicados em The New Yorker, a amplitude e a profundidade dos conhecimentos de George Steiner são, uma vez mais, evidentes, revelando a sua aptidão excepcional para identificar importantes figuras esquecidas da História, como Albert Speer, arquitecto e ministro do armamento de Hitler que passou quase vinte anos na prisão de Spandau, e uma enorme capacidade de reavaliação e questionamento, como a anãlise pertinente e original que faz da obra 1984, de George Orwell.
---
Os ensaios de Steiner são proezas de síntese, interpretação, inteligência e versatilidade, abarcando um amplo espectro: Grahamm Greene, Borges, Webern, Thomas Bernahrd, o xadrex, Céline, Cioran, Canetti, Brecht, Anthony Blunt (historiador de arte britânico e espião soviético), e muitos outros. O volume encontra-se organizado tematicamente: história e política, escrita e escritores, pensadores e estudos de vidas.
---
título: George Steiner em The New Yorker
autor: George Steiner / Robert Boyers (org.)
tradução:Joana Pedroso Correia e Miguel Serras Pereira
edição: Gradiva, 2010
isbn: 9789896163716
pvp: 21.00€

Um comentário:

Cassandra disse...

O que me irrita, cada vez que sai um livro do Steiner, é que quebro a promessa de não castigar mais as minhas estantes com um outro livro. Mas a verve deste homem é semelhante ao futebol do Pelé (já que estamos na época). Irresistível!