terça-feira, junho 7

Fábrica de livros (Feira do Livro)


«Nada se pode escrever sobre nada.» Esta parece ser uma verdade absoluta, inexorável e impossível de rebater. Por ano, editam-se (estimativa) em todo o mundo um milhão de novos títulos e cerca de três milhões de inéditos ficam por publicar. Tendo em conta o que se edita por ano e que um leitor razoável apenas lerá, em toda a sua vida, 0,1% desse número, é-me cada vez mais difícil acreditar na veracidade da primeira afirmação.
Livreiro anónimo em reflexões sobre a indústria do livro.

Nenhum comentário: