quarta-feira, julho 7

Imbeciclopédia IX


Acredito que existem pelo menos duas coisas que são infinitas, o universo e a estupidez humana, e em relação à primeira tenho algumas dúvidas.

Albert Einstein


É obrigatório ler, mesmo as letras mais pequenas.

Numa noite de fim-de-semana, numa grande loja de desporto, em Nova Iorque, Alfred Z preparava-se para roubar, dentro de uma mochila, cinco pares de ténis, para além de outro par que calçou, trocando-o pelo seu velho par de sapatos. Quando os seguranças da loja ouviram o alarme das antenas anti-roubo tocar, imediatamente, reparam num homem que se ponha em fuga por entre a multidão da movimentada avenida. A correr em zizague, voando com toda a velocidade que os seus novos ténis lhe permitiam, numa tentativa de escapar aos seus persistentes perseguidores, fugiu pelas ruas menos iluminadas. Pensou que tinha feito um excelente trabalho. Quando se julgava a salvo, escondido na escuridão de um beco, muito admirado ficou por ter sido apanhado. Alfred Z não tinha lido, a etiqueta de instruções, onde estava escrito que os ténis LA Tech, calçado nos seus pés, emitiam uma luz vermelha cada vez que ele pisava o chão. Enquanto o pobre Alfred se estafava a correr, ziguezagueando, pelas ruas de Nova Iorque, aos seguranças bastava seguir as luzes vermelhas.

- Why?

Pergunta Alfred Z.

- Read the fucking manual, asshole!

Nenhum comentário: