terça-feira, julho 13

Passarinhos


As relações entre as entidades de crédito, sejam elas de que natureza forem e os seus pequenos clientes, assemelham-se a ter um pássaro numa gaiola, pegar nele como se pretendêssemos restituir-lhe a liberdade, porém, em vez disso, arrancar uma a uma todas a penas do seu corpo, e depois aconchegá-lo, esperando que o pássaro ainda se sinta agradecido pelo o calor humano libertado pelas mãos que o depenaram.

Livreiro anónimo em reflexões sobre o pagamento de juros referentes aos empréstimos bancários adstritos à sua livraria

Um comentário:

CR disse...

Ah ah, espantosa esta definição!