sexta-feira, julho 2

Um início célebre

Hoje, a sua mãe morreu. Ou talvez ontem, não sei bem. Recebi um telegrama do asilo: «sua mãe falecida. Enterro amanhã. Sentidos pêsames.» Isto não quer dizer nada. Talvez tenha sido ontem.

Albert Camus, O Estrangeiro (1942)

2 comentários:

MCS disse...

O início é célebre e o resto do livro não o é menos. Livro absolutamente fabuloso (este adjectivo não é o melhor para descrever o livro, mas agora não me apetece procurar outro.)

Anônimo disse...

é o livro da minha vida... reconheci o ínicio à primeira frase...