terça-feira, agosto 31

Quimera

- Bom dia.

- Bom dia. Qual o valor de todos os livros?

- De todos, como... refere-se ao valor de todos os livros que tenho em Stock na livraria?

- Sim de todos.

Começo a ficar nervoso.

- Inclusive os que ninguém quer ler?

- Sim.

- Os clássicos também?

- Sim.

- Poesia e vampiros?

- Já lhe disse que sim!

- Querer dizer então… que vai comprar todos os livros que estão na loja. Está a brincar, não está?

- Não, não estou a brincar.

- E vai pagar tudo em dinheiro?

- Você é desconfiado. Sim, vou pagar em dinheiro, ponha tudo em sacos.

Coloco as mãos na cabeça e exclamo:

- Não posso acreditar!

Quando me preparo para fazer o negócio da minha vida, de repente, oiço um murmúrio etéreo, onírico, de uma voz vinda do fundo da loja.

- Jaime… Jaime...

- Humm.

- Jaime… Jaime… Estás a ouvir-me?

- Humm.

- JAIME!

Puufff!

- Desculpa, estava...

- Puxa! Sempre distraído e a falar sozinho.


Jaime Bulhosa

2 comentários:

Blondewithaphd disse...

Porque "ainda" há vendas impossíveis...

ana disse...

Escrito com graça.

Desejo que faça muitas vendas. :)