segunda-feira, dezembro 20

Imbeciclopédia XIX


Desde que me levantei de manhã que o meu estupendo cérebro não parou de trabalhar, até ao exacto momento em que cheguei à livraria. Daí ter escrito este maravilhoso post.
livreiro anónimo

Nota: Este texto foi inspirado num poema de Robert Frost

Nenhum comentário: