terça-feira, fevereiro 8

Catedral


Raymond Carver disse que era possível "escrever sobre lugares-comuns, sobre coisas e objectos usando lugares-comuns, mas também uma linguagem precisa, conferindo assim a estas coisas - uma cadeira, uma cortina, um garfo, uma pedra, um brinco de mulher - uma força e uma cintilação imensas". Em parte nenhuma é tão evidente esta alquimia, como em "Catedral".

edição: Quetzal

título: Catedral

autor: Raymond Carver

tradução: João Tordo

formato: 14,5X23,5cm (capa mole)

n.ºpág.: 253

isbn: 9789725649145

pvp: 17.95€

Nenhum comentário: