terça-feira, fevereiro 1

Imbecilcopédia XXII


O livro perfeito para bibliófilos com insónias: Utilizações extraordinárias para coisas do dia-a-dia, edição Selecções. Deixamos mais uns exemplos:

Pepino:

«Use como rolo de massas: Um pepino grande e liso é excelente para estender a massa das tartes: não só tem as dimensões e o peso ideais, como a massa não adere.»

«Faça levantamento de pesos: Os pepinos podem ter uma grande variedade de dimensões e pesos. Por isso, não terá grandes dificuldades em encontrar dois com o peso ideal para exercitar os músculos dos braços. O pepino terá uma segunda utilização saudável quando o fizer em salada.»

«Pratique malabarismo: Já sabemos que consegue fazer malabarismo com duas bolas. Vamos lá a ver se é capaz de fazer a mesma coisa com três pepinos!»

Nota da responsabilidade da livraria Pó dos livros: Poderíamos dar outros exemplos de como usar o pepino, mas achámos que não teriam cabimento neste blogue.

4 comentários:

Cristina Torrão disse...

Há quem o torça de pequenino...

Julie D´aiglemont disse...

Quer-me parecer que o tal uso que a Pó dos Livros poderia sugerir foi contemplado no livro que sugiro no meu blog (Manual de Civilidade para Meninas, de Pierre Louys), eh!eh!

Trotil ós Estalinhos disse...

pagar os juros da dívida pública
em pepinos?
votar na segunda volta com pepinos?

os mercados venderem pepinos em vez de dívidas?

campanha eleitoral com pepinos em vez de bandeirinhas?

Eduardo Pitta disse...

No item «outra utilidade» creio que a beringela tem mais saída. Pele acetinada, etc.