terça-feira, março 15

Anedota de livreiro


No cinema, um homem ficou sentado ao lado de um cão. Do outro lado do cão está o dono do cão. O cão segue o filme com muito interesse. Late, quando é de rir, gane nas passagens mais comoventes. No fim, aplaude com as duas patas.

O homem inclina-se então para dizer ao dono do cão:

- Olhe que o seu cão é formidável! Como ele seguiu o filme! E como o apreciou!

- Pois – diz o dono. – Isso espanta-me tanto mais quanto ele não gostou nada do livro.

3 comentários:

josé luís disse...

:)

(há uma versão mais "monty python", em que o dono se confessa espantado, porque ele (o cão) normalmente não gosta nada das adaptações cinematográficas dos seus livros...)

SEVE disse...

Imaginação.........que, afinal, falta a tanta gente cá do burgo!

sala29 disse...

Tomámos a liberdade de surripiar, com link para esta pérola (a livraria, claro está!). Esperamos que não levem a mal.