sábado, março 5

Orgulho Nacional


Oito horas da noite. Estávamos de carro na fila de trânsito, em silêncio, eu, o meu filho mais velho e o Vasco, o mais novo. Passava na rádio TSF o noticiário. Não prestei atenção ao que diziam, pois já tinha ouvido o noticiário das sete. De repente, naquele tom de voz meigo, mas ao mesmo tempo assertivo, que o caracteriza, rompendo a ausência de conversa, o Vasco comenta:
- Portugal até é importante!
Surpreendidos com o tema da afirmação, eu e o meu filho mais velho, em simultâneo, perguntámos:
- Aí sim... E porquê?
- Olhem! Vêm cá imensos cantores estrangeiros, muito conhecidos e, um dia, até veio O Presidente. – Referindo-se, suponho eu, a Barack Obama – Veio porque está muito preocupado connosco. Não sei se sabem... mas nós estamos falidos.

Muito me alegra saber que as referências que o meu filho tem, para sentir orgulho nacional, não sejam: Cristiano Ronaldo e José Mourinho.

Jaime Bulhosa

3 comentários:

Anônimo disse...

Pois um motivo de orgulho no petiz
um de tristeza nos governantes pois se ate um petiz já sabe que estamos falidos...
Kv95

fallorca disse...

Babado :)

SEVE disse...

O contacto com os livros, amigo Jaime Bulhosa sempre vale alguma coisa.