quinta-feira, março 3

Imbecilcopédia XXIII


Por vezes, a única, verdadeira e eficaz solução para a falta de cérebro é o silêncio: Em 1985, Dennis Newton foi a tribunal acusado de roubo à mão armada, na cidade americana de Oklahoma City. Quando o advogado de defesa, Larry Jones, pede a uma das testemunhas, neste caso a gerente da loja assaltada, para identificar o réu, logo que esta aponta para Dennis Newton, ele salta da cadeira, acusando a testemunha de ser uma grandessíssima aldrabona, mentirosa, gritando na sua direcção: «eu devia era ter-te dado um tiro no meio da testa!» Após um aturdido e prolongado silêncio, Dennis Newton senta-se calmamente e diz: «Claro, se tivesse sido eu... a ter estado lá.» O tribunal sentenciou-o a 30 anos de prisão.

3 comentários:

Areia às Ondas disse...

Este ainda foi preso, vá lá. Contaram-me uma história, que tenho como verdadeira, dum ladrão que assaltou uma casa e, não sei pormenores, acabou por ficar uns dias preso na varanda, pois alguém entrou em casa no entretanto e trancou a fechadura sem se aperceber da presença alheia. Conclusão: como o sujeito ficou ali dois ou três dias aprisionado, quando saiu, com a ajuda dum advogado, conseguiu pôr os donos da casa em tribunal por a habitação não ter uma saída de emergência! Tanto como me contaram foram condenados. Como dizia o Pessa, E esta hem?

SEVE disse...

São os tempos em que os pais põem as criancinhas no psicólogo quando ela fica traumatizada com algo.......uma reprimenda, por exemplo...

cates disse...

"Words are very unnecessary
They can only do harm"