quarta-feira, março 23

Um PS e um PSD


Um PS e um PSD que discutiam a posse de um Povo submeteram o caso ao julgamento de um FMI. Este, depois de ouvir uma longa argumentação, abriu a boca para proferir a sentença.

- Já sei qual vai ser a decisão – interrompeu o PSD. – Devido ao nosso fraco desempenho, o Povo não pertence a nenhum dos dois e serás tu mesmo a comê-lo. Permite-me que te diga que é uma decisão injusta, como provarei.

- Para mim – disse o PS – está claro que darás o Povo ao PSD, o PSD a mim e que tu ficas comigo. Já tenho experiência destas coisas.

- O que eu ia a dizer – disse o FMI, bocejando – é que, durante a argumentação deste caso, a propriedade em disputa pôs-se a andar. Talvez consigam arranjar outro Povo.

Nota: Inspirado numa fábula de Esopo.

2 comentários:

R.B. NorTør disse...

Parece que sim, a fábula é verdadeira e o Povo em disputa pôs-se a andar... Que pena para esse povo que vai sofrer com a discussäo!

Grandes momentos estas fábulas adaptadas.

C. disse...

Eu peço mil escusas, mas a prosa é tão boa, e as minhas forças são tão poucas para criar seja o que for, que vou mesmo roubar este post à descarada.

Abraço