terça-feira, abril 5

Um encontro


A nova colecção de ensaios de Milan Kundera é uma apaixonada defesa da arte numa era que, segundo o autor, não valoriza a arte e a beleza. Com a cativante mistura de emoções e pensamento presente nos seus romances, Kundera revisita artistas cujas obras permaneceram importantes ao longo da sua vida: reflecte sobre a pintura de Francis Bacon, a música de Leos Janacek, os filmes de Federico Fellini e os romances de Philip Roth, Fiódor Dostoievski e Gabriel García Márquez. Aproveita também para fazer justiça a Anatole France e Curzio Malaparte, que considera serem grandes escritores caídos na obscuridade. Em "Um Encontro" a assinatura de Milan Kundera - os temas da memória e do esquecimento, a vivência do exílio e a defesa da arte modernista - cruza-se com as suas reflexões pessoais e histórias de vida. Elegante e provocador, Kundera segue as pisadas das suas antologias anteriores: "A Arte do Romance" (Publicações Dom Quixote), "Os Testamentos Traídos" e "A Cortina" (Edições Asa).

edição: Dom Quixote
título: Um Encontro
autor: Milan Kundera
tradução: Isabel ST. Aubyn
formato: 13.5x21cm
n.º pág.º 197
isbn: 9789722044059
pvp: 16.90€

Um comentário:

SEVE disse...

Tem algumas páginas interessantes, mas também tem algumas desinteressantes; numa escala de 10 dou-lhe 5, como fazia o outro que, no início da revista OS MEUS LIVROS, nos recomendava 20 ou 30 livros (que não tinha lido) -É que Mercenários até os há como "leitores".....