quarta-feira, maio 18

Os Deuses devem estar loucos!



Agora que se fala tanto do advento do livro electrónico, a Pó dos livros decidiu render-se à evidência e criar uma nova secção de livros...

Não é de agora, sempre o fizemos: satisfazer aqueles pedidos que ninguém quer aceitar, porque dão muito trabalho e pouco retorno financeiro. Isto é, fazemos, sistematicamente périplos pelos alfarrabistas, feiras de usados, em busca de um só livro que há muito se encontra esgotado e que não custa mais de cinco euros, mas que o cliente deseja muito adquirir. Por vezes dizem-nos que fazemos milagres.

Por isso, dizíamos, decidimos rendermo-nos à evidência e criar uma secção inteira só para os livros usados.


10 comentários:

A Matéria dos Livros disse...

Saúdo a Pó dos Livros por esta nova secção de livros. Como leitora, quero também manifestar o meu apreço pelas livrarias/livreiros que se esforçam por ajudar os seus clientes a encontrarem aquele livro daquele autor que ninguém conhece nem quer conhecer, em especial certas pessoas que estão em certos balcões. Ainda bem que há lugares ao serviço da leitura, como a vossa livraria.

fallorca disse...

ahahahah

António Nunes disse...

Fundos. Precisamos de Fundos. Livrarias pequenas e médias com Fundos, Fundos, Fundos.

A propósito, para quando o "Rigodon" do Céline? (Ulisseia)

Pipas disse...

Concordo plenamente com o comentário de A Matéria dos Livros e também os meus parabéns à Pó dos Livros pela ideia e disponibilidade e trabalho que esta tarefa dá ao livreiro.
Pode ser que brevemente apareça por aí com umas encomendas.

SEVE disse...

Caro Sr. Jaime pois é a isso que se chama um livreiro!

Só faz isto quem gosta do que faz!

Só um profissional a sério faz isto.

Porque quem avia livros podia estar a aviar batatas ou solarina que era a mesma coisa.

Quantas vezes eu fui a uma livraria (da Bertrand, por exemplo) e peço um livro e vão ao computador (claro) e responde-me não temos...e eu: -olhe que está ali mesmo em frente, até o estou a ver daqui.....pois mas estes não sentem a felicidade de gostar de livros, de os acariciar, de lhes sentir o cheiro, de os arrumar melhor, de os abrir numa página, não não sentem e este sentir de felicidade também se paga....é que eles não sabem nem sonham...e passam um dia, um mês, um ano (nunca uma vida) a aviar sem sequer ver/olhar um único livro

João Afonso Machado disse...

Excelente ideia.
mesmo para a realização de estudos a publicar é frequente necessitarmos de monografias e outras obras geralemente dificeis de encontrar. Esta é uma via.

Hugo Picado de Almeida disse...

Uma excelente iniciativa.
Parabéns à Pó dos Livros pela coragem e pelo bom serviço que prestam a quem gosta de livros.

Carmen B. Costa disse...

Assim se vai marcando a diferença.
Felicidades.

Anônimo disse...

as mil e uma noites, tem? quero 2 para oferecer aos meus afilhados e não encontro em lado nenhum nem na biblioteca municipal :P

H

Pó dos Livros disse...

H:

Existem duas edições: em 6 vol de bolso da Estampa e em 3 vol da Temas e Debates.

Se desejar encomendar é só enviar um e-mail: podoslivros@sapo.pt

Obrigado