quarta-feira, outubro 19

Comércio de bairro

Não é verdade, que cada livraria de bairro ou de província que tenha que encerrar, por ser incapaz de aguentar a crise económica ou acompanhar os baixos preços das grandes superfícies, representa uma perda para o abastecimento espiritual e cultural dessa zona?

Nos últimos meses têm-nos chegado notícias preocupantes, sobre o encerramento contínuo de livrarias independentes em Portugal. Só nos últimos seis meses, encerraram mais de dez livrarias independentes, espalhadas um pouco por todo país. Demonstre, de uma forma muito simples, que dá importância à sobrevivência das livrarias tradicionais. Basta que partilhe esta mensagem com os seus amigos e que eles, por sua vez, façam gosto na página do Facebook da livraria Pó dos Livros e de outras.

Obrigado.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu não tenho facebook. Acho de uma inutilidade deselegante. Tenho, porém, grande gosto deixar uma mensagem de incentivo. Um "polegar para cima" à boa maneira. Bem haja pela paixão.

A.

Anônimo disse...

Meus caros

Acho que estão enganados.
Não basta que as pessoas façam "gosto" no facebook, é mesmo decisivo é que vos visitem quando precisam de comprar um livro...