sexta-feira, novembro 25

Cretino



Numa tarde sossegada, na livraria, uma mulher resolve partilhar connosco o que pensava do seu “marido” em voz alta. Diz-lhe que é um cretino, um enorme cretino, um gigantesco cretino. É o cretino dos cretinos.
- És tão cretino – diz-lhe ela – que se houvesse um concurso de cretinos, ficavas em segundo.
- Porquê em segundo? – Pergunta o marido, com esta última, de facto incomodado.
- Porque és um cretino! 

2 comentários:

Anônimo disse...

Preços da China!Ok, mas lembro-me logo da invação amarela:)))

Fusível Ativo disse...

Foi uma boa gargalhada para animar esta noite de trabalho.