quinta-feira, janeiro 19

quebra-cabeças


O filho de uma amiga, que tem agora seis anos, está a aprender a primeiras letras. O Vi, como lhe chamam, leva o assunto muito a sério. Poderei mesmo dizer que o miúdo está obcecado, ou melhor, muito determinado em aprender a ler em apenas dois dias. Todavia, para desespero do Vi, têm surgido algumas dificuldades inesperadas na aprendizagem das letras, como por exemplo, ler consoantes com consoantes. Se há coisa que o deixa irritado, abespinhado, são consoantes com consoantes: «Que nervos!...» Mas os caminhos da leitura são ainda mais insondáveis, cheios de surpresas inimagináveis e o absurdo aparece, na cabeça do Vi, quando ele menos espera.
De manhã a caminho da escola o Vi diz à mãe:

- Mãe!
- Sim…
- Mãe... Estou deveras preocupado com a letra H!


Nota: Já agora, aconselho este livro à mãe do Vi.




Um comentário:

Anônimo disse...

a sorte do moço é que o acordo ortográfico vai tirar-lhe as preocupações.