terça-feira, outubro 6

Poesia


«Um dia um poeta francês foi apresentado a um riquíssimo banqueiro. O apatacado e emproado personagem perguntou ao poeta:
- Para que serve a poesia?
E o poeta respondeu-lhe:
- Para o senhor, não serve para nada.»

Anónimo

2 comentários:

Seve disse...

Que maravilha.

Obrigado.

Lia Noronha disse...

Pura verdade!!!
abraços meus