terça-feira, junho 4

O fenómeno


Vinha com ar apressado, como quem não pode esperar mais, e pergunta:
- Por favor, ainda tem o livro do Humberto Hélder?
O livreiro com toda a calma do mundo e educadamente corrige:
- Talvez queira dizer Herberto Helder?
- Oh! sim… vai dar no mesmo. Quero esse livro das «Certidões».
O livreiro mantém-se concentrado:
- Talvez queira dizer «Servidões»?
- Sim, sim, ainda têm?
- Temos pena, mas esse livro esgotou em poucos dias.
A cliente encolhendo os ombros em sinal de aceitação.
- Sabe, também não era para ler, era só para por umas citações no facebook.

9 comentários:

R.B. NorTør disse...

Claramente o livreiro anda mal informado. De certeza que há por aí, num notário esquecido, de seu nome Humberto, um livro de Certidoes...
;)

Anônimo disse...

Nunca se corrige um cliente. Deu para perceber o que ele queria, não era necessária a sobranceria. Se não foi assim na realidade, também não era necessário a adenda para a compreensão da anedota.

Pó dos Livros disse...

Caro anónimo, não sei se reparou que tivemos o cuidado de escrever " educadamente". Não houve nenhuma sobranceria, tudo depende tom com que se diz. Obg

Bikitim disse...

Pode corrigir e não há, necessariamente, sobranceria nessa atitude. Evita que o cliente repita os erros na próxima livraria que visitar.
E não me parece mal que o livreiro possa ter, na sua área, um certo papel "pedagógico".

Como visita/cliente assídua de livrarias, agradeço que me corrijam sempre que erre - por desconhecimento ou falta de cuidado, não importa.

Ateop disse...

Nunca se corrigi um poeta!
Caro anónimo, experimente ler Certidões de Humberto Helder!

Anônimo disse...

Cliente- Boa tarde, tem O Sistema Periódico, do Primo Levi.

Vendedor da Pó dos Livros- Aqui não vendemos livros de Química.

Cliente- E a Cona da Irene, do Aragon?

Vendedor- Escusa de ser ordinário. Se quer pornografia, vá à internet.

Cliente - Como é Linda a Puta da Vida?

Vendedor - Se torna a dizer palavrões, tenho que o convidar a sair.

Cliente- O Amor é Fodido.

Pó dos Livros disse...

Caro e estimado anónimo,
Devo dizer-lhe que o vendedor da Pó dos livros tem disponíveis todos os livros que deseja. Excepto, "E a Cona da Irene", da &etc que se encontra esgotado, mas talvez se arranje numa edição da Europa América.
Os melhores cumprimentos

Joao G. disse...

e existe alguma previsão para uma re-edição?

Anônimo disse...

Os poetas mortos valem sempre mais. Já estão a tratar de fazer render o cadáver do "Humberto" Helder.